top of page

Com apoio da Fundagres Inovar, governo do Espírito Santo lança Programa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar Capixaba ‘Vida no Campo’




Na manhã desta quinta-feira (4), o governador Renato Casagrande acompanhado do ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar do Brasil, Paulo Teixeira, lançou o  Programa voltado para a agricultura familiar "Vida no Campo". O programa foi desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca que contou com a parceria da Fundagres Inovar para a realização do evento de solenidade. 


O Programa "Vida no Campo" se destaca por sua abrangência, sendo dividido em 11 eixos temáticos que abordam desde a promoção da produção sustentável até o acesso ao crédito rural e a assistência técnica e extensão rural. A iniciativa conta com 23 projetos em diversas áreas de atuação. 


Com uma visão integrada e abrangente, o programa busca não apenas impulsionar a produção agrícola, mas também fortalecer as comunidades rurais, proporcionando melhores condições de vida aos agricultores familiares.


Um dos pontos mais marcantes do programa é o investimento previsto. Ao longo dos anos de 2023 a 2026, está previsto um aporte financeiro que ultrapassa os 100 milhões de reais.


O Programa "Vida no Campo" representa um passo significativo para o fortalecimento da agricultura familiar no estado, promovendo não apenas o desenvolvimento econômico, mas também social e ambiental. Com a união de esforços entre governo e entidades parceiras, espera-se que essa iniciativa traga benefícios concretos para as comunidades rurais capixabas, garantindo uma vida digna e próspera no campo.


De acordo com dados do Censo Agropecuário, o Espírito Santo tem mais de 108 mil propriedades rurais, das quais 75% são de agricultura familiar com área ocupada de 1 milhão de hectares (33%).


Durante o evento, foram anunciadas algumas ações que compõem o programa, como o lançamento do 5° edital do Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar (Funsaf) com investimentos de R$ 8,5 milhões; a celebração de Termo de Fomento entre a Seag e o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES) para promover a formação de 180 agentes e jovens envolvidos no processo educativo das Escolas Famílias Agrícolas; e a adesão do Estado ao Programa Fomento Rural do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).


Ainda durante a solenidade foi realizada a entrega do Selo Arte, uma certificação nacional que identifica produtos de origem animal genuinamente artesanais e Selos Quilombos do Brasil.


Informações à Imprensa:

Getúlio Costa | Sara Gomes

(27) 99780-4255 | (27) 99856-8900





12 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page